Posts com a Tag ‘calor corpo humano’

Transferência de calor (Parte 2)

Bom dia, galera!

No post anterior aprendemos sobre o conceito de transferência de calor sem entrar em detalhes sobre os seus tipos, agora estudaremos os diferentes tipos de transferência.

São três os tipos de transferência: Condução,Convecção e Irradiação:

Condução térmica:

Ponha uma extremidade de uma barra de ferro numa chama; as moléculas do ferro nessa extremidade absorverão calor. Essa energia fará as moléculas vibrarem mais rigorosamente e se chocarem com as moléculas vizinhas, transferindo-lhes a energia. Essas moléculas vizinhas, por sua vez, passarão adiante a energia calorífica, de modo que ela será conduzida ao longo da barra para a extremidade fria. Observe que, na condução, o calor passa de molécula a molécula, mas as moléculas NÃO são transportadas com o calor. Condução é a transferência de calor através de um corpo, de molécula a molécula.

É bom salientar que a condução térmica pode acontecer em qualquer material, no exemplo usamos o ferro, mas ele poderia acontecer até na madeira, agora é importante que se saiba que existem matérias que são condutores, nesses  o fenômeno ocorrera com maior rapidez, já na madeira que é um material isolante esse fenômeno acontecerá de forma lenta e até imperceptível dependendo do caso.

Convecção térmica:

A convecção térmica é o processo de transmissão de calor em que a energia térmica se propaga através do transporte de matéria, devido a uma diferença de densidade e a ação da gravidade.

Este processo ocorre somente com os fluidos, isto é, com os líquidos e com os gases, pois na convecção térmica há transporte de matéria.

Um bom exemplo desse fenômeno é a brisa marítima e brisa terrestre. Durante o dia, o ar próximo à superfície terrestre se aquece mais rápido do que o ar próximo à superfície do mar. O ar aquecido no continente sobe e o ar que está acima do mar desce para o continente para ocupar o espaço da quantidade de ar que sobe. Assim, formam-se  correntes de convecção que constituem a brisa marítima e a brisa terrestre.

A noite, após um dia ensolarado, o sentido das brisas é invertido, pois assim como a areia se aquece mais rápido do que a água do mar ao ser exposta ao sol, também se resfria mais rápido ao perder calor.

As correntes de convecção podem ser observadas a beira da praia. A areia se aquece mais rápido do que a água, durante os dias ensolarados, pois possui menor calor específico do que a água. Tal fenômeno ocasiona as correntes de ar da água para a areia. À noite, o sentido das brisas se inverte.

Irradiação térmica:

A irradiação ou radiação é o processo mais importante de propagação de calor, pois é através dele que o calor do Sol chega até a Terra. Sem esse processo não haveria vida na Terra.A irradiação é o processo de transferência de calor através de ondas eletromagnéticas, chamadas ondas de calor ou calor radiante.

De um modo geral podemos dizer que, em diferentes quantidades, todos os corpos emitem energia radiante devido a sua temperatura. Estas radiações, ao serem absorvidas por outro corpo, provocam, nele, uma elevação de temperatura.

transferencia de calor

Então galera, no  próximo post vamos por matemática nesses conceitos!

Um abraço

Até lá!

Transferência de calor (parte 1)

Bom dia galera! Vamos falar um pouco hoje sobre transferência de calor.

A transferência de calor ocorre quando dois ou mais corpos que estão em temperaturas diferentes são colocados em contato, ou em um mesmo local, fazendo com que a energia térmica de um corpo seja transferida para outro.

Nesse assunto é extremamente importante que se entenda que o calor sempre passa, escoa ou simplesmente flui de um corpo com maior temperatura para um corpo com menor temperatura isso SEMPRE acontece. Podemos jogar por exemplo um alfinete dentro de um isopor cheio de gelo, se o alfinete estiver com a temperatura maior, o calor vai fluir dele para o isopor ainda que pareça estranho.

Porque quando está muito frio colocamos casaco? Talvez a resposta mais comum seja ” Ah… pro frio não entrar no nosso corpo”….ERRADO. O que acontece é que somos animais homeotermos (ou seja a temperatura do nosso corpo é praticamente constante) esta ali perto dos 36,5,° se a temperatura de um lugar por exemplo esta muito abaixo dessa, começaremos a ceder calor do nosso corpo para o meio externo. Então o casaco não esquenta ninguém, ele apenas impede que  percamos muito calor do nosso corpo, ele aprisiona o calor, diminuindo assim a sensação de frio.

Agora imagine se não tivermos um agasalho, o nosso corpo instintivamente cria meios involuntários de se proteger dessa perda de temperatura pro ambiente, por exemplo “trememos de frio”, porque o corpo treme? Pois  tremer é um processo mecânico que gera calor.

Outra proteção natural do corpo é o embolar; fechamos as mãos, cruzamos os braços, encolhemos as pernas e curvamos o corpo, tudo isso para diminuir a superfície externa exposta, quanto menor a superfície exposta, menor será a área pela qual o calor pode escapar para o ambiente.

Os animais também fazem isso quando está frio, o gato, por exemplo, dorme todo enrolado, os bois se juntam ao máximo, o segredo é diminuir a superfície exposta!

O Pinguim possui uma grande massa corporal, o que reduz ainda mais a área relativa e a perda de calor. Eles também são capazes de controlar o fluxo de sangue para as extremidades, reduzindo a quantidade de sangue que esfria, mas evitando as extremidades de congelar. Eles frequentemente agrupam-se para conservar o calor e fazem rotação de posições para que cada pinguim disponha de um tempo no centro do bolsão de calor.

Agora é importante que saibamos que existem três tipos de transferência de calor, sendo elas:

Condução, convexão e irradiação que serão esmiuçada  no próximo post.

Até lá.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline