Figuras de linguagem: exercícios

Oi, gente!

Como todos sabem exercitar é muito importante para fixar a teoria. Aí vão alguns exercícios resolvidos sobre figuras de linguagem para vocês! :D

1. No texto II, Bernardo Guimarães emprega diferentes figuras de linguagem. Observe o fragmento:

“No sertão, ao cair da noite, todos tratam de dormir, como os passarinhos. As trevas e o silêncio são sagrados ao sono, que é o silêncio da alma” (l 26-28).

Retire desse fragmento uma figura de linguagem, nomeando-a.

Resposta: “O silêncio da alma”, Metáfora.

2. Observe o enunciado:

“E enquanto todos pulavam no salão, o dólar pulava no câmbio. O verbo “pular” está empregado no primeiro caso no sentido denotativo; no segundo, o sentido é figurado. Também a palavra “dólar” é usada no sentido figurado. A figura de linguagem empregada no caso de “dólar” é:

a) antítese, porque, no enunciado, há idéias contrárias relacionadas aos seres representados.

b) eufemismo, porque, no enunciado, há idéias diminuídas relacionadas aos seres representados.

c)   prosopopéia, porque, no enunciado, há a personificação dos seres representados.

d) metonímia, porque, no enunciado, há relações de contigüidade entre os seres representados.

e)  onomatopéia, porque, no enunciado, imitam-se as vozes dos seres representados.

Resposta: c

Trata-se de prosopopéia porque um ser inanimado é tratado como um ser animado.

3. Na frase “(…) data da nossa independência política, e do meu primeiro cativeiro pessoal”, ocorre o mesmo recurso expressivo de natureza semântica que em:

a) Meu coração / não sei por quê / Bate feliz / quando te vê.

b) Há tanta vida lá fora / Aqui dentro, sempre / Como uma onda no mar.

c) Brasil, mau Brasil brasileiro, / Meu mulato inzoneiro, / Vou cantar-te nos meus versos.

d) Se lembra da fogueira, / Se lembra dos balões, Se lembra dos luares dos sertões?

e) Meu bem querer, / É segredo, é sagrado, / Está sacramentado / Em meu coração.

Resposta: b
Na frase ocorre uma antítese, configurada no emprego das expressões antônimas “independência política” e “ cativeiro pessoal”. Esse recurso expressivo de natureza semântica também corre em “lá fora” e “aqui dentro” da frase da alternativa “b”.

4. Assinale a alternativa em que se identifica a figura de linguagem predominante no trecho:

“As rodas dentadas da pobreza, ignorância, falte de esperança e baixa auto-estima se engrenam para criar um tipo de máquina do fracasso perpétuo que esmigalha os sonhos de geração a geração. Nós todos pagamos o preço de mantê-la funcionando. O analfabetismo é a sua cavilha”.

a) Eufemismo b) Antítese c) Metáfora

d) Elipse e) Inversão


Resposta: c

Nesse texto há uma série de metáforas ((“rodas dentadas”, “engrenam”, “máquina do fracasso”, “esmigalha os sonhos”, “cavilha”) compondo uma verdadeira alegoria a respeito dos fatores que condicionam a exclusão social do indivíduo.

Tags: , , , , , , , , , ,


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline