Posts com a Tag ‘antítese’

Vídeo sobre o Barroco

Gente,

assim como fiz segunda, vou deixar um vídeo super interessante sobre o primeiro movimento literário significativo – algo considerado por muitos estudiosos – o Barroco!

Não deixem de acessar o CANAL DESCOMPLICA!

Até mais!

Figuras de linguagem: exercícios

Oi, gente!

Como todos sabem exercitar é muito importante para fixar a teoria. Aí vão alguns exercícios resolvidos sobre figuras de linguagem para vocês! :D

1. No texto II, Bernardo Guimarães emprega diferentes figuras de linguagem. Observe o fragmento:

“No sertão, ao cair da noite, todos tratam de dormir, como os passarinhos. As trevas e o silêncio são sagrados ao sono, que é o silêncio da alma” (l 26-28).

Retire desse fragmento uma figura de linguagem, nomeando-a.

Resposta: “O silêncio da alma”, Metáfora.

2. Observe o enunciado:

“E enquanto todos pulavam no salão, o dólar pulava no câmbio. O verbo “pular” está empregado no primeiro caso no sentido denotativo; no segundo, o sentido é figurado. Também a palavra “dólar” é usada no sentido figurado. A figura de linguagem empregada no caso de “dólar” é:

a) antítese, porque, no enunciado, há idéias contrárias relacionadas aos seres representados.

b) eufemismo, porque, no enunciado, há idéias diminuídas relacionadas aos seres representados.

c)   prosopopéia, porque, no enunciado, há a personificação dos seres representados.

d) metonímia, porque, no enunciado, há relações de contigüidade entre os seres representados.

e)  onomatopéia, porque, no enunciado, imitam-se as vozes dos seres representados.

Resposta: c

Trata-se de prosopopéia porque um ser inanimado é tratado como um ser animado.

3. Na frase “(…) data da nossa independência política, e do meu primeiro cativeiro pessoal”, ocorre o mesmo recurso expressivo de natureza semântica que em:

a) Meu coração / não sei por quê / Bate feliz / quando te vê.

b) Há tanta vida lá fora / Aqui dentro, sempre / Como uma onda no mar.

c) Brasil, mau Brasil brasileiro, / Meu mulato inzoneiro, / Vou cantar-te nos meus versos.

d) Se lembra da fogueira, / Se lembra dos balões, Se lembra dos luares dos sertões?

e) Meu bem querer, / É segredo, é sagrado, / Está sacramentado / Em meu coração.

Resposta: b
Na frase ocorre uma antítese, configurada no emprego das expressões antônimas “independência política” e “ cativeiro pessoal”. Esse recurso expressivo de natureza semântica também corre em “lá fora” e “aqui dentro” da frase da alternativa “b”.

4. Assinale a alternativa em que se identifica a figura de linguagem predominante no trecho:

“As rodas dentadas da pobreza, ignorância, falte de esperança e baixa auto-estima se engrenam para criar um tipo de máquina do fracasso perpétuo que esmigalha os sonhos de geração a geração. Nós todos pagamos o preço de mantê-la funcionando. O analfabetismo é a sua cavilha”.

a) Eufemismo b) Antítese c) Metáfora

d) Elipse e) Inversão


Resposta: c

Nesse texto há uma série de metáforas ((“rodas dentadas”, “engrenam”, “máquina do fracasso”, “esmigalha os sonhos”, “cavilha”) compondo uma verdadeira alegoria a respeito dos fatores que condicionam a exclusão social do indivíduo.

Figuras de linguagem

Oi, gente,

já temos um post sobre funções da linguagem, agora é a vez das figuras de linguagem!

As figuras de linguagem funcionam como um mecanismo para conferir maior expressividade e originalidade ao texto. Elas estão relacionadas à conotação (sentido figurado das palavras e expressões, está lembrado?) e são divididas em:

  • Figuras de som: efeitos sonoros produzidos pela linguagem
  • Figuras de sintaxe: efeitos relacionados à construção da frase
  • Figuras de palavra: efeitos gerados pelo emprego de termos em contextos diferentes dos quais ele geralmente são utilizados
  • Figuras de pensamento: efeitos gerados em decorrência da semântica das palavras utilizadas.

Neste post, abordaremos as figuras de linguagem mais comuns nos Vestibulares.

METÁFORA  (figurinha carimbada nas provas da UERJ)

-Figura de palavra

- Consiste na comparação implícita (não há conectivo) de dois termos que, de alguma maneira, compartilham uma dada característica.

Ex: Márcia é um anjo de pessoa.

(não há nenhum conectivo ligando os dois termos – “Márcia” e “anjo”- , mas fica claro que eles compartilham alguma característica, por exemplo, a bondade)

IRONIA

-Figura de pensamento

- Consiste em dizer exatamente o contrário do que se deseja

Ex: O seu andar é veloz como uma tartaruga.

ANTÍTESE

-Figura de pensamento

-Consiste no emprego de palavras antônimas em um mesmo enunciado

Ex:  alta/baixo

ALITERAÇÃO

-Figura de som

-Consiste na repetição de sons consonantais

Ex: O rato roeu a roupa do rei de Roma

HIPÉRBOLE

-Figura de pensamento

-Consiste no exagero de uma ideia

Ex: Depois do término do filme, Joana chorou um rio de lágrimas

Fiquem atentos, pois no próximo post vamos postar alguns exercícios resolvidos para vocês treinarem esse assunto! (:


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline