Posts com a Tag ‘variedade padrão’

Tá certo falar ‘errado’?

Olá, molecada!

Aqui estou eu, às cinco e vinte da manhã, postando pra vocês. Como a essa hora ainda não começou o programa da Ana Maria Braga (e porque hoje é sábado), vamos conversar sobre variação linguística!! U-hu!!

Enem, talvez pelo seu caráter politizado, adora abordar questões sobre variação cultural e diferentes utilizações sociais da linguagem, como na prova de 2008, em que inúmeras questões tratavam justamente sobre esse tema (lembra da tirinha do Hagar?). Desta forma, acho legal que lembremos que existem inúmeras formas de uma mesma língua se manifestar numa sociedade e a isso damos o nome de variação linguística. Resumindo da melhor forma possível, esse fenômeno se dá toda vez que falantes da língua de diferentes classes sociais, idade, sexo, contexto, procedência geográfica, entre outros, precisam se comunicar e utilizam a língua considerando seus valores culturais de grupo e individuais. Assim, vemos num mesmo país – e até na mesma cidade ou bairro – pessoas que se valem de variedades mais ou menos valorizadas socialmente, o que nós classificamos como variedade padrãonão-padrão, respectivamente. Para as variedades menos prestigiadas, costumamos atribuir valores de ruimou errado, no entanto, desconsiderando o que eu ou você pensamos, devemos ter em mente que o objetivo máximo de qualquer língua é a transmissão da mensagem. Em seus dados contextos, a galera que utiliza ‘framengo’ em vez de flamengo na verdade está obedecendo à utilização social do meio em que vive.

Enquanto mecanismo comunicativo, devemos lembrar que a língua abarca inúmeras possibilidades de utilização e é importante que saibamos em qual contexto podemos ou não utilizar determinada palavra ou ideia, correndo o risco de não sermos compreendidos e pecando, assim, contra a máxima linguística citada anteriormente.

Ficamos por aqui hoje, mas volto em breve com maiores divagações sobre nosso amigo Enem.

Grande abraço.


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline