Vídeo Aula: Verbos – Conceito e Classificação

Olá, meus nerds!

Como está sendo a semana? Vamos que vamos, porque “o tempo não paraaaaaa…” !

Hoje vamos assistir a uma vídeo aula do Descomplica em que a professora  de portuguêsAline Bello descomplica a classificação e os aspectos semânticos dos verbos.

Vamos lá?

Imagem de Amostra do You Tube

Transcrição:

0:20 O Enem tem como característica o trabalho com verbos, com a morfologia de uma forma não muito aprofundada. Ele trabalha os conceitos mais básicas de identificação das classes gramaticais. Vamos falar de classificação verbal, mas nosso foco vai ser na identificação e nos aspectos semânticos.

Primeiramente, é interessante a gente pensar no conceito do que é o verbo. Quando eu olho para uma frase como eu consigo detectar que aquilo é um verbo. Todo verbo sofre uma flexão, uma variação em cinco aspectos: pessoa, tempo, modo, número e voz verbal.

1:15 Quanto a esse conceito de verbo é interessante nós pensarmos no que um verbo faz, no que o verbo pode marcar em uma frase.

1:15 O verbo pode dar a ideia de  ação, estado ou fenômeno da natureza. Quando eu falo, por exemplo: “Ela chegou à festa” a palavra “chegou” indica a ação que a moça fez em determinado momento. Por outro lado, quando eu falo: “Ela está cansada” esse “está” indica pra gente o estado da pessoa naquele momento. E quando falamos:  ”Chove em São Paulo” o “Chove” é capaz de indicar o fenômeno da natureza que atua naquele momento. Em algumas gramáticas nós temos essa indicação de fenômeno aglomerada a função de ação verbal.

2:13 Quanto a classificação dos verbos é interessante nós destacarmos as diferenças dos verbos regulares para os irregulares.

A gramática da língua portuguesa elegou 3 verbos como paradigmas da primeira, da segunda e da terceira conjugação. São esses:
Amar – Beber – Partir
Nós, na verdade, conseguimos classificar um verbo regular e irregular se conpararmos ao paradigma, ao modelo da sua conjugação. Vamos supor que eu queria saber se o verbo “Vender”, que é um verbo da segunda conjugação, é regular ou irregular. O que eu tenho que fazer? Eu tenho que compará-lo ao verbo moldelo, paradigma da sua conjugação, que seria aqui no caso o verbo beber. Eu peguei, então, o verbo beber, no presente do indicativo, e conjuguei:

Eu bebo

Tu bebes
Ele bebe
Nós bebemos
Vós bebeis
Eles bebem
Eu vendo
Tu vendes
Ele vende
Nós vendemos
Vós vendeis
Eles vendem

Se nós reparmos, no verbo beber nós temos o radical, tiramos a vogal temática e se nós compararmos: as terminações ao verbo “vender” são exatamente iguais as do verbo “Beber”. Ou seja, o verbo vender não sofre alteração no seu radical, ele sempre perpetua como “vend” e, além disso, ele acompanha exatamente as terminações da conjugação do verbo beber. Ele seria o verbo regular.

04:10 Resumindo: O verbo regular não sofre alteração no radical e acompanha as terminações da conjugação do verbo modelo.

Se por acaso um verbo não seguir as terminações da sua conjugação ou se, por acaso, ele sofrer alguma alteração de radical  nós chamamos esse verbo, na conjugação, de verbo irregular. É, por exemplo, o caso do verbo “saber”. Se nós pensarmos no verbo “saber” o radical dele seria “sab”. No entanto, o que nós notamos é que quando ele varia na primeira pessoa, quando ele é conjugado na primeira pessoa do presente do indicativo ele fica como “Sei”. Portanto, reparem que o radical dele sofreu uma alteração. Se há alteração de radical ou alteração nas terminações verbais nós temos um verbo irregular.
E, aí? Curtiu? Deixe um comentário =)
fonte Canal Descomplica

Tags: , , , , , ,


SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline